Contato

Endereço:
Rua Nilo Peçanha
754, sala 04, Bom Retiro, CEP 80520-176

Curitiba/PR

Fones:

(41) 4101.1470
(41) 99899.1470
(WhatsApp)

Oral Premium: 
CLM - PR 3892
Responsável Técnico: 
Dr André Vivan Garcia
CD Responsável: 

CRO - PR 20143

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram

O que é Gengivite?

Atualizado: 27 de Jul de 2018


É uma inflamação da gengiva provocada por inadequada higienização bucal, em decorrência da má ou pouca escovação dos dentes e falta de uso do fio dental. Pode afetar pessoas de qualquer faixa etária, de crianças a idosos.

A inflamação não deve ser subestimada e a busca por um profissional especializado se faz necessário assim que surgirem os primeiros sintomas. A doença requer cuidados logo em sua fase inicial, garantindo assim, que não evolua e afete os demais tecidos de sustentação dos dentes, levando conseqüentemente a perda dos dentes.

Os maus hábitos de higiene bucal ajudam na proliferação de bactérias nocivas na boca que se aglomeram e formam a placa bacteriana que se fixam nos dentes, causando a inflamação da gengiva.

Demais fatores também ajudam a desencadear e agravar o quadro de gengivite, como o uso prolongado de certos medicamentos, hereditariedade, alimentos com alto teor de doces e ácidos, líquidos e alimentos gelados ou quentes demais. A baixa imunidade, fumar cigarro, abusar do álcool, dentre outras práticas também podem contribuir diretamente para desencadear gengivite.

O maior indicador e o primeiro dano causado pela inflamação é a mudança na coloração gengival. A gengiva inflamada rapidamente se altera do rosado claro, cor da gengiva saudável, para um tom mais vivo, apresentando grande vermelhidão na área afetada.

Outros sintomas que indicam a doença incluem sensibilidade da gengiva, com ocorrência de sangramento durante a escovação e ao passar o fio dental, halitose recorrente, inchaços e alterações que variam do tamanho das gengivas até ao seu posicionamento em relação aos dentes.

O tratamento varia de acordo com o grau em que se encontra a inflamação. Em geral, todas as etapas do tratamento para gengivite compreendem a adoção de hábitos corretos de higienização bucal. Por exemplo:

  • Usar o fio dental sempre antes de escovar os dentes e após as principais refeições ou, pelo menos, antes da última escovação do dia;

  • Escovar os dentes 20 a 30 minutos após as principais refeições, com o uso de cremes dentais que previnam gengivite;

  • Utilizar escovas apropriadas, de cabeça flexível e filamentos macios;

  • Uso de enxaguantes bucais, se indicados pelo dentista.

Isso, somado as profilaxias semestrais realizadas no consultório odontológico!


1 visualização